Ata Número Oitenta e Oito

Aos dezasseis dias do mês de setembro de dois mil e treze, pelas vinte e uma horas e trinta minutos, reuniu em sessão ordinária, a Assembleia de Freguesia de Santiago, no edifício da Sede de Freguesia, com a seguinte ordem de trabalhos:

Ponto único: Informações do Presidente do executivo.

Pelo Presidente de Mesa da Assembleia, o Sr. António Manuel Duarte Borges, foi aberta a sessão, após ter saudado e verificado a presença dos membros da Assembleia, o Sr. Vitor Manuel Vidas Gomes, 2º Secretário, os vogais Sr. Joel José Rodrigues Moreira Ramires, Sr. António Júlio Dias Ferreira e Sr. Rogério Nunes Ribeiro, estando ausente a Sr.ª Beatriz Fernanda Lopes Madeira, 1ª secretária e o vogal Sr. José Abrantes Madeira.

Em representação do Executivo da Freguesia esteve presente o seu Presidente o Sr. José Alberto Amaral Abrantes.

No período antes da ordem do dia, foi aprovada por unanimidade a ata da sessão anterior.

No período da ordem do dia, foi dada a palavra ao Sr. Joel Ramires que questionou acerca da situação da obra de construção do Ringue bem como do contacto efectuado ou não á dona da casa velha sita na Rua do Castelo, em Santiago, que se encontra com bastantes silvas. Seguidamente, foi dada a palavra ao Sr. António Júlio Ferreira que questionou acerca da pequena valeta na Rua Padre Matos, na Folgosa da Madalena, dado que acumula muita água no inverno. Questionou ainda sobre a Rua do Ribeiro do Porto na mesma localidade. Enalteceu ainda algumas das obras efetuadas pelo Executivo na sua povoação, no decorrer do mandato. Tomou a palavra o Sr Rogério Ribeiro, frisando que os sete candeeiros, junto aos pinheiros, na Vila Branca se encontram desligados. Chamou à atenção sobre a necessidade de limpeza do terreno junto ao mesmo local. Pediu ao Executivo a colocação de mais um contentor para lixo comum junto á Escola e junto á Urbanização das Raposas, em Santiago.

O Sr. Presidente do Executivo passou a dar resposta às questões levantadas: respondendo ao Sr. Joel Ramires, foi mais uma vez informado que foram solicitados pareceres técnicos a duas empresas credenciadas na área bem como ao Município, estando o Executivo a aguardar a vinda do técnico no decorrer desta semana. Quanto á casa da Rua do Castelo, e após várias tentativas de contacto telefónico, ainda não foi possivel falar com a proprietária. Respondendo ao Sr. António Júlio Ferreira, foi informado que se aguarda pelo projeto prometido pelo Vereador do Município no entanto é intenção do Executivo ser feito o encaminhamento das águas pluviais. Relativamente à Rua do Ribeiro do Porto, já foi esclarecido na sessão anterior. Respondendo ao Sr. Rogério Ribeiro, que já foi pedido à EDP a verificação dos mesmos, e quanto ao terreno irá ser contactado o proprietário. Acerca dos contentores não há disponibilidade de colocação de mais por parte do Município.

O Sr. Joel Ramires questiona o Executivo acerca das promessas eleitorais feitas há quatro anos atrás e não cumpridas até então.

O Sr. Presidente do Executivo respondeu que foram poucas as promessas não cumpridas no entanto dada a crise economico-financeira do país o Executivo fez escolhas levando a cabo o mais necessitado. Tomando novamente a palavra, o Sr. Presidente do Executivo, enalteceu a forma como as Assembleias foram conduzidas e participadas bem como a presença de todos os elementos do Executivo em todas as Assembleias no decorrer dos quatro anos. O Sr. Presidente da Assembleia, agradeceu a todos os elementos da mesma, a quem secretariou todas as sessões, bem como referiu que a experiência do cargo foi enriquecedora tentando sempre manter a imparcialidade. Agradeceu a todos os presentes. Nada mais havendo a tratar foi encerrada a sessão da qual se lavrou a presente ata que depois de lida e aprovada vai ser assinada pelo Presidente da Mesa, por mim, segundo secretário, que a elaborei e por todos os membros presentes nesta Assembleia.